Pirâmide do Louvre

Descubra a icônica Pirâmide do Louvre

Criado em 10 de agosto de 1793, o Museu do Louvre foi inaugurado com uma exposição de 537 pinturas. A maioria das obras do Museu do Louvre era de propriedade da igreja real ou confiscada. Após ser fechado para renovação de 1796 a 1901, o museu reabriu com um aumento da coleção sob Napoleão, que se expandiu ainda mais durante os reinados de Luís XVIII e Carlos X. Até então, o museu havia ganhado aproximadamente 20.000 peças, e este número continuou a crescer.

O Museu do Louvre conta hoje com aproximadamente 38.000 objetos desde a pré-história até o século XXI, que estão expostos em uma área de 72.735 metros quadrados. A coleção como um todo está dividida em oito categorias: Antiguidades Egípcias; Antiguidades do Oriente Próximo; Antiguidades Gregas, Etruscas e Romanas; Arte Islâmica; Escultura; Artes Decorativas; Pinturas; e Estampas e Desenhos. O Louvre é o marco central do centro da cidade de Paris e o maior museu de arte do mundo.

História da Pirâmide do Louvre

A Pirâmide foi encomendada em 1984 pelo então Presidente François Mitterand.  O principal objetivo era proporcionar uma melhor experiência de acesso para seu crescente número de visitantes e criar um marco único que pudesse ser facilmente identificado pelos turistas que se aglomeravam. O arquiteto chinês-americano Leoh Ming Pei foi encarregado deste projeto, que foi concluído em 2 anos.

I. M. Pei criou uma grandiosa entrada para acomodar o crescente número de visitantes e reformulou o projeto do museu, acrescentando lojas, cafés e outras instalações. A Pirâmide construída foi inspirada na Grande Pirâmide de Gizé. Foi inaugurada em 29 de março de 1989, e com horários abertos ao público em 1º de abril de 1989.

Com isso, o Museu do Louvre ganhou enorme popularidade nacional e internacional, conquistando os corações e mentes de muitos por sua inovação, que foi uma maravilha no mundo da arte. Entretanto, apesar de sua aceitação mundial, a Pirâmide também foi criticada por alguns, pois eles achavam que a estrutura moderna não complementaria seus arrededores.

A Pirâmide do Louvre trouxe um giro contemporâneo para seu entorno. O projeto obteve sucesso suficiente para inspirar trabalhos similares em todo o mundo, que podem ser encontrados hoje no Museu de Ciência e Indústria de Chicago e no Dolphin Centre, em Londres. A pirâmide principal, cujo nome vem de I.M. Pei, é o principal ponto de entrada do Louvre. É um marco que chama atenção atenção para o monumento e se apresenta como um símbolo de Paris para diversas gerações.

Os registros afirmam que a pirâmide principal consiste de 673 planos de vidro que foram fabricados por fabricantes de vidro na Saint-Gobain. A estrutura é feita inteiramente de segmentos de vidro, e postes metálicos integrando 95 toneladas de aço e 105 toneladas de alumínio. O material foi usado para estabelecer uma base forte para esta obra-prima. Ela atinge uma altura de 21,6 metros, cobrindo uma superfície de base de 1.000 metros quadrados com 603 formas de losangos e 70 elementos de vidro triangulares.

Hoje, a Pirâmide é amada tanto pelos visitantes quanto pelos parisienses e é um dos monumentos mais visitados do planeta.

Pirâmide do Louvre

As 5 Pirâmides do Louvre

A Pirâmide é a entrada principal do Louvre, localizada em seu pátio. A estrutura serve como uma constante lembrança das coleções das Antiguidades egípcias e de seu significado dentro do museu. A pirâmide principal é acompanhada pelas três pequenas que são colocadas para criar feixes de luz para as coleções do museu.

A quinta e última é a pirâmide invertida que pode ser vista quando se utiliza a entrada subterrânea do Carrousel du Louvre. Esta também foi projetada por I. M. Pei, e foi concluída em 1993.

Curiosidades sobre a pirâmide do Louvre

Construído como uma fortaleza no século XII, o Museu do Louvre serviu como residência real antes de se tornar um museu público em 1793, após a Revolução Francesa. Hoje ele é o centro de atração em Paris, sendo o museu mais visitado do mundo, ao lado de seus majestosos vizinhos, a Torre Eiffel e o Arco do Triunfo. Aqui estão 5 dos principais fatos sobre a Pirâmide que você precisa conhecer antes de visitar o museu:

1. Construído com um propósito

Embora a Pirâmide tenha trazido popularidade mundial, ela foi construída principalmente para um propósito funcional. O projeto do Grand Louvre foi anunciado em 1981 pelo presidente francês, François Mitterrand, para renovar o museu como um todo e para acrescentar instalações adicionais também. A reforma incluiria a Ala Richelieu do palácio, que abrigou o Ministério da Fazenda naquela época. O projeto do Grand Louvre, como resultado, aumentou o espaço de exposição, permitindo maior acesso para os visitantes.

2. O Louvre é muito pequeno para a multidão

A Pirâmide foi construída para expandir seu espaçamento e receber mais visitantes. I. M. Pei tornou isso possível ao aumentar a área para o dobro, acrescentando aproximadamente 60 metros quadrados de espaço subterrâneo, que recebeu 3,5 milhões de visitantes em 1989. Entretanto, em 2018, o local havia se tornado muito pequeno, pois o número médio de turistas aumentou para 10,2 milhões. O projeto Pirâmide tinha melhorado o fluxo de visitantes, organizando entradas e áreas de recepção. Hoje, também foram introduzidos ingressos programados para reservas antecipadas, além da instalação de duas mesas de informação, melhores sistemas de sinalização e pilares à prova de som facilmente reconhecíveis.

3. A pirâmide de I. M. Pei não é a única entrada do Louvre.

Embora o Louvre tenha ficado famoso pela entrada através da Pirâmide, essa não é a única forma de acesso ao museu. Muitas vezes, pode ser ideal escolher outras entradas do Museu do Louvre para evitar a multidão. Com o aumento da demanda hoje, é altamente recomendável reservar seus ingressos com antecedência antes de seguir para o local, o que lhe dará um tempo médio de espera de menos de 30 minutos. Na maioria das vezes, mesmo os visitantes com ingressos pré-reservados se juntarão à fila em frente à pirâmide. Entretanto, aqueles com ingressos individuais ou para grupos podem entrar a partir da Passage Richelieu. Você também pode entrar a partir do Carrousel du Louvre, que é a área de compras e refeições subterrâneas inaugurada em 1993. A partir desta área, você ganha acesso direto ao museu e pode testemunhar a pirâmide invertida suspensa do topo.

4. O vidro foi produzido do zero

Era a visão de I.M. Pei ter total transparência no vidro da pirâmide do Louvre. Considerando a leve tonalidade azulada ou esverdeada que o vidro apresenta, a missão de criar um vidro cristalino foi um grande desafio. Após meses de exaustiva pesquisa e planejamento, seu sonho se tornou realidade com a ajuda de Saint Gobain, que produziu um novo vidro a partir do zero, especificamente para este projeto. Em dois anos, a equipe desenvolveu em conjunto este vidro laminado de 21,5 milímetros extra-claro. Embora nenhuma mudança tenha sido feita nos últimos 30 anos, Saint-Gobin tinha criado vidro suficiente para construir duas pirâmides adicionais para o caso de qualquer peça de vidro alguma vez se desfazer.

5. A Pirâmide não gerou uma boa primeira impressão

Quando o projeto da pirâmide foi apresentado ao público pela primeira vez, foi visto como uma "piada arquitetônica", trazendo muitas críticas sobre sua estrutura moderna. Isto gerou uma enorme controvérsia na mídia e aqueles que foram contra o plano declararam que era um sacrílego interferir com a estética dos edifícios franceses do Louvre. Muitos também o chamaram de uma intrusão anacrônica que simboliza a morte egípcia bem no meio de Paris. Entretanto, apesar destas acusações, hoje a Pirâmide continua sendo uma representação icônica do museu do Louvre e da França como um todo, recebendo milhões de visitantes a cada ano.

Aqui estão mais fatos sobre o Museu do Louvre.

Pirâmide do Louvre: Perguntas Frequentes

O uso de máscaras é obrigatório no local?

Sim, o uso de máscaras é obrigatório para visitantes acima de 11 anos de idade, tanto dentro do museu como em toda área do Louvre e Tuileries. Os visitantes devem trazer suas próprias máscaras, pois elas não serão fornecidas no local.

Qual é a melhor época para visitar o Museu do Louvre?

O Louvre fica mais movimentado entre junho e setembro; você pode esperar menos visitantes entre janeiro e abril. É altamente recomendável reservar ingressos com antecedência para evitar a multidão no museu.

A entrada pela Pirâmide é acessível para cadeirantes?

Sim, o Museu do Louvre, como um todo, é acessível para pessoas com deficiências. Cadeiras de rodas são disponibilizadas no museu e os visitantes possam pedir emprestado durante sua visita.

Além da Pirâmide, existem rotas alternativas para acessar o museu?

Sim, existem outras formas de acesso ao museu além da Pirâmide. De fato, devido a sua popularidade, pode-se esperar uma fila enorme na maioria dos dias, razão pela qual é aconselhável utilizar as entradas Porte de Richelieu e Carrousel du Louvre, pois elas estão geralmente ficam menos lotadas.

Onde posso lanchar ou almoçar?

Embora seja estritamente proibido comer dentro do museu, numerosos cafés estão disponíveis em todo o local, no Carrousel du Louvre, e no centro comercial, onde você pode fazer um lanche rapidamente durante sua visita.